Resultados de futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com

Ads Top

Dérbi não sai do zero e resultado frustra tanto Real Madrid como Atlético de Madrid

Real Madrid e Atlético não saem do zero no primeiro dérbi no novo estádio colchonero.
(Foto: Soccrates Images/Getty Images)

O dérbi da capital era especial por ser o primeiro no novo Wanda Metropolitano. Real Madrid e Atlético de Madrid se enfrentavam pela décima segunda rodada do Campeonato Espanhol, dentro com um proposito apenas: vencer a partida e diminuir a vantagem para o líder Barcelona que havia vencido mais cedo.

Cada técnico escolheu aquilo que tinha de melhor para a partida e alguns confrontos individuais eram interessantes. No geral, uma partida recheada de polêmica, pênalti não dado a favor do time merengue e o placar em 0 a 0, desfavorável para ambas as equipes que veem a distância do líder aumentar ainda mais. O Real Madrid sustenta a terceira colocação com 24 pontos e o Atlético com os mesmos números de pontos, mas na quarta colocação.

Na próxima semana, ambos os clubes têm compromisso com a UEFA Champions League. Lutando para garantir a vaga na próxima fase, o Real Madrid enfrenta o APOEL no Chipre, enquanto o Atlético de Madrid, buscará forças para reverter uma situação complicadíssima no seu grupo, enfrentando a Roma, em Madri.

Primeiro tempo:

Aquele velho ditado que clássico é clássico e ninguém é favorito, tomava as rédeas da partida, onde em um primeiro momento foi o Atlético de Madrid que começou assustando o Real Madrid, após uma atrapalhada do sistema defensivo merengue, Correa apareceu frente a frente com Casilla, mas desperdiçou a chance, lance que aconteceu aos 3 minutos de jogo.

O jogo era bastante movimentado nos primeiros minutos da primeira etapa, apesar das poucas chances criadas. O Real Madrid tinha o domínio e o controle da partida, porém o Atlético se atirava em alguns contra-ataques velozes. A partida era aberta até metade do primeiro tempo.

Cada centímetro de espaço era muito disputado, como Benzema e Godín disputavam.
(Foto: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images)

Momentos de confusões esquentavam os ânimos da partida, lances duros e pegadas mais violentam iam elevando o clima dentro do Wanda Metropolitano, mas o juiz conseguia se sobrepor na partida e controlava a situação. Passado o momento de tensão, o Real Madrid encurralou o Atlético e em três momentos de claras oportunidades, não abriu o placar.

Aos 31, jogada muito bem trabalhada entre Kroos e Cristiano Ronaldo, os dois fazem um-dois e o alemão invadiu a área, mas na hora de bater, foi travado por Godín e chute foi para fora. Em outra ocasião, aos 34, Cristiano nos seus bons momentos de cobrador de falta, acertou uma pancada de longa distância e obrigou Oblak a fazer grande defesa. Na sequência, aos 35 minutos, Casemiro foi lançado na segunda trave, ajeitou de cabeça para Sergio Ramos no meio da área e o zagueiro também de cabeça, cabeceou para fora.

Segundo Tempo:

Um início de segundo morno, com poucas chances, jogo se tornava um verdadeiro tabuleiro de xadrez, que qualquer movimento, poderia ser crucial para as pretensões das equipes. Na hora de avançar as linhas e fazer as investidas, as equipes eram receosas para não prejudicar a defesa. Enquanto o Real Madrid perdia Sergio Ramos – devido a uma forte pancada na face, Nacho entrou em seu lugar – para o restante da partida, Simeone apostava em Carrasco para mudar o panorama do confronto.

A primeira grande oportunidade do segundo tempo foi acontecer apenas aos 75 minutos de partida, quando por um instante de bobeira da zaga do Atlético, Cristiano Ronaldo recuperou a bola, tabelou com Modric, recebeu na área, mas na hora da finalização, acabou errando o alvo, ótima chance desperdiçada.

A resposta do colchoneros foi rápida. Aos 78, Gameiro completamente livre, recebe passe na área e na hora da finalização, cara a cara com Casilla, dá um toque por cima do goleiro, mas Varane na corrida, se joga na bola e de cabeça evita o que seria o primeiro gol da partida. Entretanto, a resposta do Real Madrid veio na sequência, aos 80. Em falta pela esquerda, Cristiano Ronaldo se mostrava calibrado e disparou nova pancada, obrigando Oblak a se esticar todo e fazer grande defesa, evitando o gol.

A pressão no fim do jogo era toda do Real Madrid, a equipe colchonera se segurava como podia. Nos minutos finais, Kroos arriscou o chute de fora da área e parou em Oblak. Em outra oportunidade, Cristiano recebeu livre na área, mas demorou demais para finalizar e deu tempo para Lucas Hernández se jogar na bola e afastar o perigo.

Polêmicas tomaram conta do jogo no Wanda Metropolitano.
(Foto: Soccrates Images/Getty Images)
Fim de jogo, resultado frustrante para as pretensões das equipes que ficam 10 pontos atrás do Barcelona e possuem momentos distintos na Liga dos Campeões.

Ficha Técnica:
Atlético de Madrid 0x0 Real Madrid
Data: 18 de novembro de 2017, sábado
Local: Estádio Wanda Metropolitano

Atlético de Madrid: Oblak; Juanfran, Godín, Savic e Lucas Hernández; Gabi, Koke, Saúl e Thomaz (Carrasco); Correa (Gameiro) e Griezmann (Fernando Torres); Técnico: Diego Simeone

Real Madrid: Casilla; Carvajal, Varane, Ramos (Nacho) e Marcelo; Casemiro, Modric, Kroos e Isco; Cristiano Ronaldo e Benzema (Asensio); Técnico: Zinedine Zidane
Dérbi não sai do zero e resultado frustra tanto Real Madrid como Atlético de Madrid Dérbi não sai do zero e resultado frustra tanto Real Madrid como Atlético de Madrid Publicadas por Vinicius Costa em novembro 18, 2017 Mais 5