Resultados de futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com

Ads Top

Cristiano Ronaldo: "Desde os 14 anos soube que eu era especial, diferente das outras crianças"

Cristiano Ronaldo contente com a Bola de Ouro. (Reprodução/Real Madrid C.F)
Cristiano Ronaldo foi eleito novamente o melhor jogador do mundo. O português conquistou a Bola de Ouro pela segunda vez consecutiva, e a quinta de sua carreira. A revista France Football encarregada pelo prêmio coroou o camisa 7 em um lugar especial, a Torre Eiffel em Paris, onde marcou presença o presidente Florentino Pérez. Cristiano Ronaldo obteve 946 pontos, superando Messi e Neymar, em uma votação realizada por jornalistas de 176 países.

Desde a entrega da última Bola de Ouro, Ronaldo voltou a liderar o Real Madrid campeão do Mundial de Clubes, da Champions League, La Liga, Supercopa da Europa e Supercopa da Espanha. Cristiano teve uma reta final de temporada incrível, onde marcou 16 gols em 10 partidas guiando a equipe de Zidane até a Duodécima e a trigésima terceira conquista da La Liga.

Cristiano já levou o prêmio da Bola de Ouro em 2008, 2013, 2014, 2016 e 2017. Uma quinta Bola de Ouro que soma-se aos múltiplos reconhecimentos que o gajo possui. Neste ano, foi eleito pela terceira vez Melhor Jogador da UEFA e recebeu também seu segundo FIFA The Best.

Após ser nomeado melhor do mundo, Cristiano Ronaldo falou com David Ginola, apresentador da festa de gala. Confira alguns trechos declarados pelo Bola de Ouro:

Um ano incrível
"Me sinto muito feliz, é um momento fantástico da minha carreira. Estive esperando por isso há muito tempo. Este ano foi estupendo, ganhamos a Champions e La Liga e, a nível pessoal, fui artilheiro da Champions. Os troféus ajudam a ganhar estes prêmios e quero agradecer aos meus companheiros do Madrid e de Portugal. Foi muito importante para mim."

Um presente de natal?
"Outro bebê...não, é brincadeira. Vamos desfrutar do que temos, dos quatro. Quero 7 Bolas de Ouro e 7 filhos."

Messi
"Espero jogar a este nível por mais alguns anos. Espero que a batalha com Messi continue. As coisas acontecem por um razão. Esta temporada eu me sinto bem e veremos no final o que ganhamos."

Neymar
"Tem muito talento, muito potencial. Estou seguro que no futuro terá alguma oportunidade de ganhar. Lhe desejo o melhor, deve estar muito orgulhoso de estar aqui com Messi e comigo."

PSG
"Estou feliz no Madrid, quero ficar aqui. Gostaria de acabar minha carreira aqui, se é possível."

A chave
"Não perder a motivação, isso é tudo. Mbappé tem um potencial incrível e depende de como estará sua cabeça. Como Neymar, pode ganhar a Bola de Ouro. Cinco anos atrás eu o conheci e ele veio até mim..."

Treinadores
"Tem que ter respeito, sem o respeito não tem nada. Os treinadores foram exemplos para mim. Por isso ganhamos algo, porque temos um líder no vestiário."

O futuro
"Não há outro Ronaldo, Kaká, Roberto Carlos... Cada um tem seu estilo. Muitos jogadores tem potencial. Raul teve uma carreira incrível, mas nunca ganhou. Tem que ser dedicado e ter um pouco de sorte. Ganhar coisas importantes no momento adequado."

Um jogador especial
"Desde os 14 anos soube que eu era especial, diferente das outras crianças. Fazia coisas diferentes. Quando me dei conta que era bom, estava no Manchester United, quando jogava com Giggs, Van Nistelrooy, vi coisas distintas. Me dei conta que eu podia ganhar a Bola de Ouro."

Ferguson
"Ferguson foi meu pai do futebol. Me ensinou muitas coisas. Nesse momento não sabia o que fazer, tinha muito talento, mas não sabia tomar decisões. Foi um momento duro."

Motivação
"Messi pode me motivar, mas eu sou minha motivação. Compito contra mim mesmo. Estou muito motivado ainda, é bom lutar. Sempre quer ganhar e ser o melhor. Tem que lutar. Quando acordo, estou motivado a ir treinar. As coisas mudam muito rápido. Um dia está muito motivado e no outro pode mudar."

Cristiano Jr
"Não é só porque é meu filho. Tudo depende de ti. Eu vejo coisas muito especiais nesse garoto. Me disse: "vou ser melhor que tu". Vou ficar muito orgulhoso se for jogador."

Treinador no futuro
"Não me vejo como treinador no futuro, mas as coisas mudam. Tenho muitos projetos para o futuro, porém agora estou tentando concentrar-me no futebol. Pequenos detalhes são determinantes. Para ganhar a Bola de Ouro tem que ser profissional e ser sério, sacrificar muitas coisas."


Cristiano Ronaldo: "Desde os 14 anos soube que eu era especial, diferente das outras crianças" Cristiano Ronaldo: "Desde os 14 anos soube que eu era especial, diferente das outras crianças" Publicadas por Ives Joabe em dezembro 07, 2017 Mais 5