Resultados de futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com

Ads Top

Cristiano Ronaldo: O cara da Champions


É fato que Cristiano Ronaldo já tem seu nome marcado na principal competição de times europeus - UEFA Champions League. O gajo acumula 115 gols até a data, sendo o maior artilheiro da competição e também o maior assistente (31), além de conquistar 4 orelhudas. Desta forma, o camisa 7 já pode ser considerado como o MAIOR jogador da competição europeia.


A estreia na Champions League aos 17 anos com o Sporting
Cristiano Ronaldo com 17 anos, já chamava atenção com seus dribles e arrancadas. (Reprodução/Getty Images)

Cristiano Ronaldo estreou na Liga dos Campeões diante da Inter de Milão em 2002, o detalhe é que apesar do Sporting ter sido campeão da Liga Portuguesa, não teve acesso a fase de grupos de forma direta, tendo que disputar uma eliminatória. O Sporting empatou por 0-0 no jogo de ida, e na volta foi eliminado por 2-0 pela Inter.

Cristiano, entretanto, já chamava atenção com seus dribles e arrancadas pelo lado direito, provocando entusiamo na torcida, porém, não conseguiu ser decisivo para ajudar a equipe portuguesa.

O primeiro gol marcado na Champions League com o United
Cristiano celebra o primeiro de muitos gols na Champions. (Reprodução/Getty Images)

Cristiano Ronaldo esperou 13 jogos para marcar o primeiro gol na Liga dos Campeões. O jejum foi encerrado contra a equipe do Debreceni em 9 de agosto de 2005, onde o Manchester United venceu por 3-0, com Cristiano marcando o último e decretando o placar.

Primeiro gol de Ronaldo na Champions League [Vídeo]

A primeira conquista de Champions League com os diabos vermelhos


Cristiano pousa com sua primeira orelhuda. (Reprodução/Getty Images)
Comandado por Sir Alex Ferguson, Cristiano Ronaldo encantava a Europa e se tornava em jogador de classe mundial. A consagração veio na temporada 2007/08 com o Manchester United sendo campeão invicto e Ronaldo se destacando com 8 gols, sendo o máximo artilheiro da equipe vermelha e da competição.

Na final, a equipe de Manchester enfrentou o Chelsea, o jogo terminou 1-1, Cristiano marcou um lindo gol de cabeça no tempo regulamentar, aos 26 minutos. Na disputa de pênaltis, Ronaldo perdeu o seu, entretanto o zagueiro do Chelsea Terry desperdiçou e o goleiro holandes do United, Van der Sar defendeu o de Salomon Kalou, decretando 6-5 para o Manchester e o primeiro título de Cristiano Ronaldo.

Hora de mudanças: partiu Real Madrid, maior clube do mundo
Homem Champions. (Reprodução/Getty Images)
Logo depois da sua 1° conquista na UEFA Champions League em 2008/2009, Cristiano Ronaldo teve a oportunidade de liderar o Manchester United para o bicampeonato, porém, em 2008/2009 já era quase um jogador entregue ao Real Madrid e que só terminou a temporada a pedido de Sir Alex Ferguson.

Chegando ao Real Madrid em 2009, como uma arma anti-Barcelona, Cristiano não seria tão eficiente. Veria ainda o Barça conquistar a UCL de 2010/2011 contra o seu ex-time, Manchester United.

Apenas em 2013/2014, Cristiano Ronaldo teria a oportunidade de levantar a orelhuda com o Real Madri, a tão sonhada La Décima, onde participou de 8 gols e 3 assistências; jogando muita bola e sendo coroado por suas ótimas atuações o Bola de Ouro do ano de 2014. Pela primeira fez foi o principal nome do Real Madrid campeão da Champions League. E isso ainda se repetiria mais 2 vezes e uma ainda mais inesquecível. E ele, ainda, mal sabia que o bicampeonato que não conseguiu pelo United, chegariam pelo Madrid nas temporadas 2015/2016 e 2016/2017.

No bicampeonato da UCL, Cristiano, teve como sua principal característica a de ser o cara da decisão no time. Em La Undécima, em 2016, foi decisivo contra a Roma e como um deus contra o Wolfsburg, onde prometeu uma "noite mágica" e cumpriu com a promessa, anotando hat-trick e eliminando o time alemão após o Real ter sofrido uma derrota de 2-0 no jogo da ida. Na final, Ronaldo teve um jogo discreto contra o rival Atlético de Madrid, mas, decretou o título merengue, batendo o último pênalti.



O pênalti que entrou para a história: Ronaldo dá mais uma Champions para o Real. (Reprodução/Getty Images)

 Já em 2016/2017 foi impecável, indiscutível e imbatível. Teve a melhor atuação de um jogador em fase de mata-mata de uma UCL. Enfrentou Napoli, Bayern, Atlético e Juventus; marcou 10 gols e deu 1 assistência nos 7 jogos do mata-mata. O detalhe é que na fase de grupos, Ronaldo apenas tinha marcado dois gols e ainda assim conseguiu chegar na frente de seu rival Messi e ser mais uma vez artilheiro da Champions. Na final contra a Juventus, Ronaldo teve uma exibição de líder. Durante o aquecimento, o português já motivava seus companheiros. No jogo, deixou tudo de si e anotou dois gols, sendo eleito o homem da partida.

Cristiano Ronaldo e Real Madrid foram feitos para Champions League. (Reprodução/Getty Images)
Mágico, máquina, gênio, monstro; esses são alguns adjetivos que podem definir a passagem de Cristiano Ronaldo na UEFA Champions League pelo Real Madrid onde disputou 94 jogos e teve 126 participações, sendo eles, 99 gols e 27 assistências, podendo se tornar o 1° jogador a atingir a marca de 100 gols por 1 só clube.

Atual temporada (2017/2018) e o PSG de Neymar pela frente

O maior jogador da Champions League terá mais um desafio para resolver. (Reprodução/Getty Images)
Cristiano Ronaldo já é o atual artilheiro da Champions com 9 gols, classificando o Real Madrid em segundo e conseguindo marcar nas seis rodadas da fase de grupos (recorde). No entanto, a atual temporada, 2017/2018, é uma ótima hora para o Cristiano Ronaldo da última Champions League reaparecer, onde o time enfrentará um rival em ascensão, o Paris Saint Germain de Neymar, e o Real Madrid com Copa do Rei e La Liga descartadas, tentará se remontar e salvar a temporada com mais um título da maior competição de clubes da Europa.

Cristiano Ronaldo: O cara da Champions Cristiano Ronaldo: O cara da Champions Publicadas por Ives Joabe em fevereiro 05, 2018 Mais 5