Resultados de futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com

Ads Top

Cristiano volta a decidir, faz dois e Real Madrid abre boa vantagem contra o PSG

Ele, sempre ele. Cristiano decidiu e Real Madrid venceu novamente.
(Foto: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images)

Não se falava em outra coisa a não ser o confronto entre Real Madrid e PSG, que aconteceu nesta quarta-feira (14) no Santiago Bernabéu, pelas oitavas de finais da Champions League. Um jogo que prometia, e prometeu. Reviravoltas, surpresas e um grande jogo marcaram o duelo entre as duas equipes.

No geral, a camisa blanca pesou e fez jus aos doze títulos carregados. Apesar de sofrer em alguns momentos, o time merengue teve Cristiano Ronaldo sendo decisivo e contando com a sorte de Marcelo. No fim, o Real Madrid venceu por 3 a 1 com dois gols do português e um do brasileiro; Rabiot deu alegria aos parisienses.

Com excelente vantagem, o Madrid poderá perder por até um gol de diferença, o PSG precisará de no mínimo dois gols para avançar. O confronto da volta está marcado para o dia 6 de março, no Parque dos Príncipes, em Paris, na França.

O JOGO

Uma blitz literalmente nos primeiros minutos por parte do Real Madrid, porém, não houve nenhuma grande oportunidade. O PSG se segurava como podia e tentava sair nos contra-ataques buscando sempre o lado esquerdo, espaço que ocupava Neymar que era a grande válvula de escapa parisiense.

O jogo foi ficando mais cadenciado, as equipes se resguardavam em seus ataques e a bola rodava, mas sem chegar ao campo de ataque. O Paris igualou as ações da partida e começou a frequentar mais a defesa merengue, todas as jogadas, saindo dos pés de Neymar.

O Real Madrid chegou com grande perigo aos 26, quando em rápido contra-ataque, Marcelo recebeu na ponta esquerda e vira a bola de forma espetacular encontrando Cristiano Ronaldo, livre na direita. O português avançou e chutou frente a frente com Areola, mas a bola foi no rosto do goleiro e saiu pela lateral.

Após essa oportunidade, foi o momento crucial para a partida. Aos 33, Mbappé passou por dois marcadores no lado direito, caminhou até a grande área e cruzou. Cavani fez o corta, a bola ia chegando até Neymar, mas Nacho cortou, no entanto, Rabiot aproveitou a sobra e sem a marcação de Modric, que não acompanhou, bateu no contrapé de Navas, abrindo o placar: 0 a 1.

O Real acusou o golpe, mas não se dava por vencido. Chegava ao ataque, mas não conseguia converter as oportunidades em gol. Aos 43, Marcelo avançou pela esquerda, trouxe próximo a grande área e tocou para Benzema pegar de primeira e obrigar Areola fazer linda defesa. No escanteio, já aos 44, Kroos recebeu passe curto, passou por Dani Alves e foi puxado por Lo Celso dentro da área, pênalti. E lá estava Cristiano Ronaldo. O camisa 7 bateu firme no canto direito, sem chances para o goleiro, empatando o jogo e fazendo seu centésimo gol por um único clube na Champions: 1 a 1.

Correu, bateu e gol. De pênalti, Cristiano empatou a partida.
(Foto: TF-Images/Getty Images)

SEGUNDO TEMPO

Morno. Sem graça. Boa parte da segunda etapa foi peculiar pela falta de iniciativa dos dois times. Nem Real Madrid, nem PSG atacaram e buscaram sair em vantagem na eliminatória. O time francês até ousou em ter maior posse da bola e efetuar uma marcação mais avançada, mas sem sucesso para furar a defesa merengue.

Dedo do técnico:

O jogo ia para metade e nada de novo acontecia. As bolas áreas vindas pelo lado do clube espanhol, enquanto os franceses dependiam do brilho de Neymar que marcado, pouco produzia e pouco era efetivo, mas o PSG era mais ofensivo e tinha domínio da partida. Foi então que os técnicos decidiram mudar suas peças. Zidane preferiu sacar Benzema, Isco e Casemiro, colocando Bale, Asensio e Vázquez, enquanto Unai sacou apenas Cavani, colocando Meunier.

A troca foi benéfica ao clube merengue. As ações ofensivas começaram a ter mais corpo e o PSG sem um atacante, foi recuando aos poucos e dando ritmo para a pressão merengue. Aos 83, a bola que rondava a área parisiense, chegou ao lado esquerdo para Asensio, que invadiu a área e cruzou buscando Cristiano Ronaldo, mas Areola até fez a defesa, porém no rebote, o português de joelho, conferiu seu segundo gol na partida: 2 a 1 e remontada merengue.


Com joelho, o português voltou a decidir a favor do Real Madrid.
(Foto: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images)

O PSG acusou o golpe literalmente. Sem ação ofensiva e Neymar sem conseguir manejar suas jogadas de efeito, o Real Madrid foi para cima e garantiu mais um tento com aquele que jogou quase no sacrifício. Aos 86, novamente Asensio recebeu em velocidade pelo lado esquerdo, esperou os companheiros chegar e cruzou forte para o meio da área. Marcelo como um atacante, pegou de primeira, a bola saiu enroscada, bateu no defensor e tirou as chances de Areola fazer a defesa: 3 a 1.

A camisa é pesada. Marcelo fez o terceiro e apontou para o escudo merengue.
(Foto: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images)

Um placar que não resulta o que foi a partida, mas o ditado diz: a bola pune. E puniu. O PSG abusou da displicência e pagou o preço. Tomou dois gols em sequência e baqueou dentro do Santiago Bernabéu e frente ao Real Madrid que vive o espirito da Champions. A camisa é pesada e o respeito diante das circunstâncias tem de existir.

Ficha Técnica:
Real Madrid 3x1 Paris Saint Germain
Data: 14 de fevereiro de 2018, quarta-feira
Local: Estádio Santiago Bernabéu, Madri (ESP)
Gols: Cristiano Ronaldo 45' e 83', Marcelo 86 | Rabiot 33'

Real Madrid: Navas; Nacho, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro (Asensio), Kroos, Modric e Isco (L. Vázquez); Benzema (G. Bale) e Cristiano Ronaldo; Técnico: Zinedine Zidane.

PSG: Areola; Dani Alves, Marquinhos, Kimpembé e Yuri; Rabiot, Lo Celso (Draxler) e Verrati; Mbappé, Cavani (Meunier) e Neymar; Técnico: Unai Emery
Cristiano volta a decidir, faz dois e Real Madrid abre boa vantagem contra o PSG Cristiano volta a decidir, faz dois e Real Madrid abre boa vantagem contra o PSG Publicadas por Vinicius Costa em fevereiro 14, 2018 Mais 5