Resultados de futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com

Ads Top

Em carta aos torcedores, Tite fala do período que estudou com Ancelotti no Real Madrid

Técnico da seleção brasileira acompanhou por uma semanas os trabalhos do Real Madrid na era Ancelotti 

Foto: Reprodução/Getty Imagens
Nesta segunda-feira (14), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a lista oficial, com Marcelo e Casemiro, dos convocados para a Copa do Mundo Rússia 2018. Antes da divulgação, Adenor, o Tite, publicou um texto no The Player Tribune sobre sua vida e o momento em que está vivendo. Nele, o técnico da seleção falou sobre o período que acompanhou o Real Madrid em 2014 e o aprendizado com Carlo Ancelotti. 

"Houve duas pessoas extremamente importantes com quem eu aprendi durante o meu período sabático: Carlo Ancelotti e Carlos Bianchi", começa Adenor dizendo ao lembrar o período em que deixou o Corinthians após o título brasileiro esperando assumir a seleção, mas se frustou com a ausência de um convite e acabou focado em aprender mais.

"O Ancelotti foi extremamente gentil comigo quando eu fui para Madri. Eu fiquei por lá durante uma semana, e ele me falou de sua filosofia de jogo de atacar com 4-3-3 e defender com 4-4-2. Ele compartilhou os dados sobre os jogadores que ele coletava, as filosofias de treinamento, o planejamento estratégico. Para mim, foi como ir a uma loja de doces", escreveu Tite que continuou dizendo que gosta de fazer anotações sobre formações táticas e compartilhou isso com Carlo. "Eu gosto de anotar as formações e as táticas dos jogos. Então, ter a oportunidade de discutir como o Ancelotti trabalhava com o Cristiano Ronaldo, com o Isco e com o Sergio Ramos, foi extremamente esclarecedor para mim", completou. 

No texto, Adenor também contou como foi a sua ligação para o Marcelo - o lateral não estava sendo convocado por Dunga, técnico anterior. "Eu me lembro que telefonei para o Marcelo, porque ele é um talento criativo muito especial, e eu não entendia por que ele não estava jogando. Perguntei a ele: “O que aconteceu? Você está machucado?' E eu nunca vou me esquecer das palavras dele. “Escute, professor, eu venho jogando pela Seleção Brasileira desde que eu tinha 17 anos. Primeiro, nas categorias de base. Depois, no time principal. Mas ainda assim, todas as vezes que eu sou convocado, mesmo agora, minha família fica muito, muito feliz. É uma honra jogar pelo Brasil. Se o senhor me convocar, estarei no avião não importa como", contou. 

O texto na integra, e em português, você pode ler clicando aqui.
Em carta aos torcedores, Tite fala do período que estudou com Ancelotti no Real Madrid Em carta aos torcedores, Tite fala do período que estudou com Ancelotti no Real Madrid Publicadas por Marcela Natra em maio 14, 2018 Mais 5