Resultados de futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com

Ads Top

Com gol inesquecível, Kroos faz milagre e mantém a Alemanha na Copa

Com gol no último segundo, Toni Kroos salva a Alemanha do empate 

Foto: Reprodução/Getty Imagens
Pela segunda rodada do Grupo F, a Alemanha virou heroicamente contra a Suécia em Sochi em jogo de pressão, sufoco e sustos. Com gols de Toivonem e Marco Reus, e golaço nos acréscimos de Toni Kroos, os alemães seguem na Copa do Mundo e sobem para a segunda colocação.

No outro jogo do grupo o México venceu a Coréia do Norte por 2 a 1, com gol de Chicharito,  e garantiu a vaga para as oitavas. Deste grupo foi o adversário do Brasil caso a seleção se classifique para as oitavas.

Primeiro tempo de controle sueco! 

Com pressão alta e buscando o gol com objetividade, a Alemanha começou a primeira etapa pressionando os suecos. Rudy e Kroos distribuíam o jogo atrás de uma linha de quatro atacantes. Alemães mantiveram o controle total da partida até os 8 minutos, quando suecos começaram a perceber os caminhos e criar os contra-ataques.

Aos 12 minutos a primeira grande chance da Suécia, perdida por Berg polemicamente. Bola lançada para o atacante que correu em direção ao gol, foi cercado por Boateng que o empurrou pelas costas dentro da área, a bola acabou parando nas mãos de Neuer. Pênalti poderia ter sido marcado pela arbitragem, mas o VAR não foi acionado pelo árbitro polonês Szymon Marciniak.

Depois de algumas chances criadas de contra-ataques, a Suécia começou a tornar o jogo mais morno. Aos 31 minutos, após erro de passe de Toni Kroos (algo que sabemos, é raro), os suecos não perderam a chance dessa vez. Toivonen tocou na saída de Neuer e encobriu o goleiro alemão colocando os azuis e amarelos na frente no placar. Drama total na Alemanha.

Suécia abriu o placar em Sochi. Foto: Reprodução/Getty Imagens/Dean Mouhtaropoulos
Com a saída de Rudy por lesão no nariz, Gundogan entrou na partida. Atrás no placar, a Alemanha precisava sair em busca ao mesmo do empate. Ainda assim, pressionando e tentando manter o controle da partida, não era mais a mesma equipe que começou sufocando a Suécia.

Antes do fim da primeira etapa, Berg teve outra chance de marcar mas Neuer foi bem na defesa.

Segundo tempo de ufa! 

Com mudança no time, entrou Mario Gómez no lugar de Draxler. A estratégia era bola na área por todos os lados e agora também pelo alto. Não demorou muito para o chegar o resultado, não por Gómez, mas por Marco Reus. Aos 2 minutos da sedgunda etapa Werner cruzou para Reus concluir às redes e empatar a partida para os alemães.

Reus empatou o jogo para os alemães em 1 a 1. Foto: Reprodução/Getty Imagens/Dean Mouhtaropoulos
O inicio da primeira etapa se repetia, mas dessa vez com um resultado positivo conquistado - o que trazia de volta a confiança dos atuais campeões do mundo. Poucas chances sobravam para a Suécia, os alemães controlavam a partida.

Aos 36 minutos, com a Alemanha atacando, Boateng fez falta e recebeu o segundo aparelho (depois de instrução do VAR) e foi expulso de campo, deixando os alemães com um a menos em campo. O time de Low continuou insistindo e buscando espaços, aos 44 após a entrada de Brandt, Toni Kroos acertou um lindo cruzamento e Gómez cabeceou para uma defesa espetacular de Olsen.

Nos acréscimos Brandt chutou e a bola explodiu na trave, na sobra Werner ficou sozinho e isolado (impedido) mas ainda assim errou com o gol livre. Mas antes da partida acabar, a Alemanha teria uma falta para cobrar na lateral. Kroos pediu ajuda de Marco Reus, o jovem alemão ajeitou a bola em um toque e como mágica, Toni levou Luis Roberto (narrador da TV Globo), todo o estádio e o mundo inteiro à loucura ao chamar a responsabilidade na última chance, acertar uma curva espetacular e marcar o gol da vitória alemã.

Literalmente assim, no apagar das luzes, o jogador que errou o passe que resultou no gol da Suécia, fez o que nem Deus esperava. Num daqueles jogos, daqueles lances, daqueles gols que quem viu jamais vai esquecer.






Alemanha: Neuer, Boateng (Cartão Amarelo + Cartão Amarelo, Expulsão), Ruediger, Kimmich, Hector (Brandt), Rudy (Gundogan), Kroos, Reus, Muller, Draxler (Mario Gómez) e Werner. Técnico Joachim Low.

Suécia: Olsen, Granqvist, Lindelof, Lusting, Augustinsson, Larsson, Ekdal (Cartão Amarelo), Forsberg, Claesson (Durmaz), Berg e Toivonen (Guidetti).  Técnico James Andesson.
Com gol inesquecível, Kroos faz milagre e mantém a Alemanha na Copa Com gol inesquecível, Kroos faz milagre e mantém a Alemanha na Copa Publicadas por Marcela Natra em junho 23, 2018 Mais 5