Resultados de futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com

Ads Top

Cartas na mesa: quem será o eleito do Real Madrid?


Com a saída de Cristiano Ronaldo, torcedores não param de especular quem o Real Madrid trará para "substituir" o português. Após cinco anos tranquilos fazendo contratações pontuais para apenas "ajeitar" o elenco, o presidente Florentino Pérez terá que voltar a "fazer das suas" para balançar as lojas e o mercado esportivo.

Quatro nomes escritos na mesa da diretoria merengue: Neymar, Hazard, Mbappé e Kane. Nenhum deles pode ser comparado hoje ao camisa 7 da Juventus que para muitos é o maior jogador da história do clube blanco, mas um (ou dois deles, segundo MARCA e COPE) deve ser o eleito da vez.


Plano A: Neymar Júnior 

Sem uma grande exibição na Copa do Mundo, Neymar ainda é o garoto de ouro de Florentino Pérez. Mas não é só o desejo do Presi que o torna o "we have a plan" da diretoria. Mesmo alvo de piadinhas e talvez seja um pouco forte dizer mas... "virando chacota mundial" pelo seu drama excessivo em campo, o camisa 10 do Paris Saint Germain ainda é o terceiro maior jogador da atualidade. E perceba que disse maior e não melhor.

Na bola, em campo, se tiver vontade, trabalho e persistência, "Ney" é craque com todas as letras. E fora dele, nos bastidores, é um alvo fácil de marketing e multidões. Muito se questiona a forma como sua carreira é gerida, por pai e "tois", esse é o "forte ponto fraco" de uma negociação. Todos querem Neymar, ninguém quer o pacote que vem junto com ele.

Se ainda assim o Real Madrid decidir vesti-lo de branco, terá que contar com a boa vontade jogador. Para levá-lo a capital espanhola vai ter que esperar dele uma posição de informar ao PSG que não quer ficar e pedir transferência. O caminho será idêntico ao que fez Cristiano Ronaldo para ir a Juventus - pedir para sair, sentar e negociar. Numa escala de 5 a 10, a chance disso acontecer é desconhecida. Tanto staff do jogador quanto o clube francês são imprevisíveis.


Plano B: Eden Hazard

A incrível geração belga tem um líder e o Real Madrid está de olho nele desde 2014. Nunca saiu da lista de possíveis contratações e nunca deixou de se oferecer aos merengues. Então porque nunca veio? Técnicos e uma "falta de necessidade", ou falta de necessidade e por isso a decisão dos técnicos em não contar com ele.

Com Julen Lopetegui à frente, um comandante que gosta da posse da bola e valoriza qualidade no passe, Eden pode ser dar muito bem na capital espanhola. Mas, porém, entretanto, toda via, é muito provável que as negociações se encerrem caso Neymar diga que vem.

Caso seja o eleito, Hazard é alvo "fácil" da diretoria e não teria problemas em comunicar o Chelsea que quer deixar Londres. Clube inglês deve pedir uma boa quantia, que se for sóbria não deve impedir a negociação já que caixa o Real Madrid tem. A chance disso acontecer é bem considerável. Que camisa será que ele vai usar? Já que a 10 é de Luka Modric.

Plano C: Kylian Mbappé 

Para muitos o cara da Copa até aqui, o garoto de 19 anos tem feito absurdos com a camisa da França, é rápido, habilidoso, ágil e ambicioso. Gosta de ganhar, gosta de competir. Atende o perfil do clube e além de tudo é jovem, muito jovem, fará 20 anos apenas em dezembro.

Atacante, pode ser a segunda escolha que informou o MARCA. Hazard e ele caso o plano Neymar não dê certo? Trazer Mbappé é algo que o clube já testou o caminho no último verão europeu. Jovem preferiu acreditar nos planos do PSG e ficou com a equipe da capital francesa.

Se for o eleito, para trazê-lo o Real Madrid usará da mesma tática que usaria com o Neymar. PSG tem a opção de compra do jovem por 180 milhões de euros, agora que o contrato de empréstimo com o Monaco acabou - e com certeza vai exercê-la. Kylian teria que informar Nasser Al-Khelaifi, dono do clube, seu desejo de sair. Das três primeiras opções esta é a mais difícil de acontecer. Jogador está feliz em Paris, clube dificilmente facilitará sua saída e ele já fez a sua escolha no verão passado.


Plano Extra: Harry Kane 

Longe de ter metade da audiência dos três primeiros nomes, Harry Kane é muito mais uma opção de mercado para o setor de ataque da equipe que agora perdeu o maior goleador de sua história. O inglês "cheira a gol", atrai a bola como poucos e tem uma habilidade incrível  de balançar as redes.

Seu único obstáculo talvez seja Karim Benzema e relação incrível de amor que o francês tem com a diretoria do clube. A camisa 9 dificilmente deixará de ser dele, mas Kane pode optar por outro número, se quiser vir.

Ele já tem preço, 225 milhões - renovou com o Tottenham até 2024. Valor astronômico que talvez Florentino pagasse por Neymar ou Hazard, mas não pelo camisa 10 da seleção da Inglaterra. Ainda assim, se vier não vem sozinho. Será a "segunda" grande contratação junto a um dos dois primeiros citá-los acima.
Cartas na mesa: quem será o eleito do Real Madrid? Cartas na mesa: quem será o eleito do Real Madrid? Publicadas por Marcela Natra em julho 11, 2018 Mais 5