Resultados de futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com

Ads Top

Neymar precisa do Real Madrid

Foto: Montagem e Alteração Meu Madrid/Reprodução/ Dmitri Lovetsky/AP

Na semana em que Cristiano Ronaldo “por falta de amor” deixa o Real Madrid, o clube merengue mostra ao mundo, mais uma vez, que nada nem ninguém está acima da instituição. Lá ninguém vai te colocar num pedestal, a camisa é (muito) mais importante que você, o presidente  não vai tomar chá na sua casa...  tri campeão da Europa, repleto de grandes promessas, com um ambiente família onde todos os jogadores se dão bem... o Real Madrid não precisa de Neymar, mas o Neymar precisa muito do Real Madrid.

Bajulado por todos os lados, mimado por Globo, pai, tois e clube, Neymar Júnior foi uma decepção para boa parte dos torcedores em 2018. Longe de fazer a Copa dos sonhos - vale lembrar que vinha de lesão -  “menino Ney” ainda não parece apto a responder por suas atitudes e segue dentro de uma bolha de puxa-sacos.  Não falou com a imprensa na Rússia após a eliminação, desapareceu em jatinho particular no desembarque no Brasil. 

Fod@ é que o cara é craque. Se quisesse, colocava a bola de baixo do braço, faria chover. Entrou numa Copa sem ritmo, chegando de lesão, fora do ideal. Mas, repito, é craque, é monstro, é absurdo dentro de campo. Tem uma habilidade invejável, um chute espetacular, dribla como poucos e tem visão de jogo. Seu problema é extra-campo. 

Achar que de um dia para o outro Neymar vai acordar e deixar algumas atitudes de lado, sem que nada ou alguém o faça enxergar que “a vida não é bem assim”, é inútil. Lembro de uma entrevista da Sandy em meados de 2012 onde o entrevistador pergunta como ela e o irmão fizeram para não pirar com tanta exposição. A cantora responde dizendo que mesmo com um milhão de pessoas falando o tempo todo que ela era incrível, maravilhosa e perfeita, sempre tinha a mãe dela para ensinar que as coisas não eram bem assim e colocar seus pés no chão. 

Só o Real Madrid poderia tirar Neymar de sua bolha. Lá ele é mais um, não o dono do time. Lá tem capitão de verdade, que está no clube há anos - e não tem só um. Lá o presidente pensa primeiro na instituição, depois na camisa do jogador. Ele acha que sentia pressão no francesão? Que difícil era disputar a Champions por um clube sem tradição e tentar ganhá-la? Experimenta fazer isso com a camisa do maior campeão da história da competição, encarar o peso de ter que permanecer no topo e uma torcida com doutorado em ser chata. Lá ele aprenderia por bem ou por mal, na alegria ou na dor. 

Não é uma questão de substituir Cristiano Ronaldo, você não pode substituir o que é insubstituível. A partir desta temporada 2018-2019, uma nova era começa no clube espanhol, CR7 deixou um legado que sempre será lembrado e comparado (o que torna a missão do “eleito” ainda mais difícil). 

Para apagar a imagem que a Copa da Rússia deixou para o mundo, Neymar precisa de ótimas atuações, vários gols e uns golaços para fazer desaparecer os memes - no futebol é assim, sempre foi. Se ele vai fazer isso em sua zona de conforto no PSG do Francesão ou então vai começar o maior desafio da sua carreira e vestir a camisa do maior clube do planeta, eu não sei. Essa escolha, talvez a mais importante de todas, só ele pode fazer por ele. 
Neymar precisa do Real Madrid Neymar precisa do Real Madrid Publicadas por Marcela Natra em julho 12, 2018 Mais 5