Resultados de futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com

Ads Top

Real Madrid vacila defensivamente e perde para o Atlético de Madrid na Supercopa

Real Madrid erra defensivamente e Atlético não perdoou.
(Foto: Chris Brunskill/Fantasista/Getty Images)

Nesta quarta-feira (15), mais uma final entre Real Madrid e Atlético de Madrid que estavam prestes a dar início à temporada de forma oficial, desta vez pela Supercopa da Europa. O campeão da última edição da Liga dos Campeões contra o último campeão da Liga Europa, é dérbi madrilenho.

Julen Lopetegui e Diego Simeone escalaram os seus melhores jogadores para a partida, dando uma prévia do que poderia acontecer na partida. O Real Madrid vacilou em quase todos os gols e pagou caro por isso: derrota na prorrogação, 4 a 2 para o Atlético de Madrid; gols de Benzema e Sergio Ramos para os merengues, Diego Costa (2x), Saúl e Koke para os colchoneros.

O Real Madrid volta a campo neste domingo, às 17h15 pela primeira rodada do Campeonato Espanhol, contra o Getafe no Santiago Bernabéu.

O JOGO:

O jogo tinha tudo para ser emocionante e começou do melhor jeito possível: com um gol, porém para os colchoneros. Aos 50 segundos, Godín lançou para Diego Costa que disputa no alto com Sergio Ramos, ganha, invade a área e bate forte, sem chances para Navas: 0 a 1.

O gol abateu o Real Madrid que demorou a se encontrar no jogo, demorou a demonstrar o bom futebol que vinha praticando na pré-temporada, mas aos poucos ia se achando e tomando conta da posse de bola e empurrando o time do Atlético de Madrid para sua defesa.

Demorou, mas finalmente o Real Madrid assustou pela primeira vez e foi com bastante perigo. Aos 18, Marcelo fez jogada individual pela esquerda, dribla Lemar e cruza para Asensio tocar de letra e obrigar Oblak fazer grande defesa.

A pressão ia começando a surgir e o Atlético abdicou de jogar. E a tática deu errado. Aos 27, Bale chamou para si a responsabilidade e deu início a jogada pelo direito e arrancou de forma absoluta passando por dois marcadores, levando para linha de fundo e cruzou na medida para Benzema, que contou com a ajuda de Oblak e cabeceou firme, sem chance para o goleiro: 1 a 1.

Benzema anotou mais um gol na temporada, foi o do empate.
(Foto: Chris Brunskill/Fantasista/Getty Images)

O Atlético de Madrid voltou para o segundo tempo com maior posse de bola, mas sem muita ofensividade, sem agressividade. O Real Madrid controlava as ações, não dava espaço para os colchoneros e tentava sair no contra-ataque.

Lopetegui não demorou para mexer: tirou Asensio e colocou Modric, voltando a um 4-4-2 padrão que vinha sendo utilizado nos tempos de Zinedine Zidane. E isso melhorou defensivamente o Real Madrid e deu mais liberdade a Bale e Benzema.

Aos 63 minutos, o Real Madrid conseguiu a virada. Após lançamento de Kroos para Bale, o galês conseguiu um escanteio. Na cobrança, Kroos abriu na segunda trave para Benzema e na disputa com Juanfran, o lateral colchonero botou a mão na bola dentro da área e o juiz assinalou o pênalti. Na cobrança, Sergio Ramos bateu com muita categoria, bola para o lado direito e Oblak para o lado esquerdo: 2 a 1.

Sergio Ramos virou o jogo, após marcar um gol de pênalti.
(Foto: Lukas Schulze/UEFA via Getty Images)

Até então, o Atlético não teve nenhuma grande chance e novamente, contou com um vacilo dos jogadores merengues, dessa vez de Marcelo. Aos 79, Carvajal afastou a bola da área e a bola sairia pela linha de fundo, mas Marcelo tentou evitar a saída e deu de graça para Juanfran, que rola para Correa na área e cruza para Diego Costa, livre empurrar para o gol: 2 a 2.

PRORROGAÇÃO:

Em dois lances na prorrogação, o Atlético de Madrid virou e aumentou sua vantagem no placar. Aos 98, vacilada gigantesca de Varane, Diego Costa roubou a bola e tocou para Thomas, que na linha de fundo do lado esquerdo, cruzou para Saúl na entrada da área pegar lindo, de primeira e virar a partida: 3 a 2. Pouco tempo depois, aos 104, outro vacilo, desta vez de Carvajal que perdeu a bola para Diego Costa. O atacante espanhol invadiu a área, esperou o momento exato para tocar para Koke no meio da área, livre só tocar no contrapé de Keylor Navas: 2 a 4.

O Real Madrid demonstrou cansaço e se abateu muito rapidamente. O sistema defensivo do Atlético de Madrid se segurava e impedia qualquer ofensiva do clube merengue. Sem espaços e sem forças para reagir, só foi esperar o apito final e o Atlético de Madrid se sagrar como campeão.


Ficha Técnica:
Real Madrid 2x4 Atlético de Madrid
Data: 15 de agosto de 2018, quarta-feira
Local: A. Le Coq Arena, Tallinn (EST)
Gols: Benzema 27’, Sergio Ramos 63’ | Diego Costa 1’ e 79’, Saúl 98, Koke 104’

Real Madrid: Navas; Carvajal, Varane, Ramos e Marcelo; Casemiro (Ceballos), Kroos (Mayoral) e Isco (Vázquez); Bale, Benzema e Asensio (Modric); Técnico: Julen Lopetegui

Atlético de Madrid: Oblak; Juanfran, Savic, Godin e Hernández; Koke, Rodri (Vitolo), Saul e Lemar (Thomas); Griezmann (Correa) e Diego Costa (Gimenez); Técnico: Diego Simeone
Real Madrid vacila defensivamente e perde para o Atlético de Madrid na Supercopa Real Madrid vacila defensivamente e perde para o Atlético de Madrid na Supercopa Publicadas por Vinicius Costa em agosto 15, 2018 Mais 5