Resultados de futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com

Ads Top

O que você precisa saber sobre Pedro; o jovem que entrou no radar do Real Madrid

Texto do jornalista Marcello Neves para o Meu Madrid.



“Pedro, Fluminense”. Foram com essas palavras que Tite anunciou a convocação de Pedro para a Seleção Brasileira. Momento mágico na carreira do atleta, que só não se concretizou por uma lesão sofrida semanas antes de se apresentar à delegação, mas que mostra o tamanho da camisa 9 no futebol brasileiro: considerado por muitos como o melhor da posição no país, cobiçado por clubes europeus e que mais recentemente despertou o interesse do Real Madrid. Em terra de Benzema e Mariano, por quê não apostar em mais um talento brasileiro?

Pedro Guilherme, 21 anos, nascido no Rio de Janeiro. Seus primeiros passos no futebol foram na escolhinha do Flamengo, onde treinou no juvenil durante seis anos. Seus 1,85 m de altura são benefícios nos dias atuais, mas a sua altura já foi um problema no passado: foi dispensado pelo rubro-negro por ser considerado baixo demais pelos treinadores da época. A sua família chegou a procurar ajuda médica para que o jovem crescesse, mas a situação acabou se resolvendo naturalmente com o tempo.

Então, passou a ser monitorado pelo Fluminense. Foi observado por oito meses enquanto defendia o Duquecaxiense (RJ) por uma temporada. Resgatado pelo Tricolor das Laranjeiras, virou mais um “menino de Xerém”, apelido dado a quem participa da categoria de base do clube. Pedro cresceu, não só em altura, mas em rendimento e a sua estreia foi marcante pelo momento, contexto e pelo rival.
Os primeiros passos pelo Tricolor aconteceram na semifinal da Taça Guanabara Sub-17. O Flamengo vencia a partida por 1 a 0, quando Pedro entrou no final do segundo tempo. Precisou de um toque na bola para empatar a partida. Nos pênaltis, o Fluminense venceu e viria a conquistar títulos dias depois. Promovido ao Sub-20, seguiu a sua trajetória de gols e títulos.

Já conhecido como Pedro “queixada” – apelido que o atleta odeia, inclusive – se tornou titular de uma das gerações Sub-20 mais vitoriosas da história do Fluminense. Um ano após estrear pelo clube, se tornou campeão brasileiro da categoria com direito a gol marcado na decisão – contra o Vitória, onde o Flu venceu por 3 a 0 no Barradão. No ano seguinte, fechou a temporada com 32 gols, sendo o maior artilheiro da base brasileira daquele ano.

Os números eram excelentes, mas Pedro foi promovido ao elenco profissional no pior momento possível. Em 2016, Fred, o maior ídolo do século do Fluminense, foi vendido para o Atlético-MG e o Tricolor decidiu apostar em dois garotos para preencher essa lacuna. Além dele, o outro era Richarlison – que está atualmente no Everton (ING) e foi o titular naquela temporada. Pedro entrava esporadicamente e não encantava.

Então, apareceu um “pai” na carreira do atleta. Abel Braga assumiu o Fluminense em 2017 e cravou: “Pedro é Top-5 atacantes do Brasil”. Foi motivo de piada na época, visto que era reserva de Henrique Dourado e as suas atuações não encantavam. De tanto apostar, virou titular em 2018, com a venda do ex-companheiro para o Flamengo. Pedro assumiu a camisa 9 e a responsabilidade de levar um time limitado à voos mais altos: conseguiu.

Campeão da Taça Rio em 2017, mostrou a sua credencial que o diferencia naquela decisão: a habilidade. É isso que torna Pedro tão especial – e talvez o motivo que tenha atraído olhares do Real Madrid. A Seleção Brasileira teve Fred como centroavante em 2014, um “9” clássico, que tem presença de área e pouca movimentação, e Gabriel Jesus em 2018, um  jogador móvel de qualidade técnica e importância tática. Pedro une as características de ambos.

Basta qualquer procura nos gols dele nesta temporada para tirar a sua conclusão. Pedro é a mistura do camisa 9 clássico, brigador na área e artilheiro nato, com a o centroavante moderno, que sabe tocar a bola com qualidade e tem habilidade para encontrar espaços. É o artilheiro do Campeonato Brasileiro com 10 gols e só não ampliou esse número foi sofreu um estiramento no ligamento cruzado do joelho direito contra o Cruzeiro, no último dia 18.

Pedro é fã de Ibrahimovic e o tem como inspiração. Seu estilo de jogo lembra muito o do sueco no início de carreira e um lance é usado para compará-los. Contra o Internacional, no Campeonato Brasileiro, Tite está observado-o no camarote do Maracanã. Com dois toques na bola, dominou e tirou toda a defesa colorada antes de chutar a gol, em  lance que arrancou um “joga muito” do técnico da Seleção Brasileira.

Pedro tem multa contratual, estipulada em 50 milhões de euros (R$ 232 milhões) em vínculo assinado em 2016 até 2021. Teve recentemente propostas de 8,5 milhões de euros (R$ 39,5 milhões na cotação atual) do Bordeaux-FRA e 15 milhões de euros (R$ 69,7 milhões) do Monterrey-MEX rejeitadas pelo Fluminense. O Tricolor Carioca vive uma grave crise financeira, deve dois meses de salário aos jogadores, mas não irá se desfazer facilmente do camisa 9, pois sabe que ele irá se valorizar após o término do Campeonato Brasileiro e passar pela Seleção Brasileira. Caso o Real Madrid queira o atleta, terá que abrir o cofre.
O que você precisa saber sobre Pedro; o jovem que entrou no radar do Real Madrid O que você precisa saber sobre Pedro; o jovem que entrou no radar do Real Madrid Publicadas por Meu Madrid em setembro 07, 2018 Mais 5